terça-feira, 18 de novembro de 2008

LONDON -0- HULL -4-


GO! DISCS - AGOLP 7 - 1986

Happy Hour - Get Up Off Our Knees - Flag Day - Anxious - Reverends Revenge - Sitting On A Fence (não, não é a dos Stones)- Sheep - Over There - Think For A Minute - We're Not Deep - Lean On Me - Freedom

4 comentários:

filhote disse...

Bela banda. Quando apareceram, faziam-me lembrar os primórdios dos Beatles... ou dos Beach Boys... aquele entusiasmo, a simplicidade de processos...

Gosto especialmente da canção "Build" - não incluída neste disco.

MC disse...

O "Build" (ou "Béld" como eles diziam) era do "The People Who Grimned Themselves do Death") que incluia ainda o tema título, "Five Get Over Excited" e "Me and the Farmer"

MC disse...

Já tinha colocado esta informação futebolística noutro "post", mas aqui é que fica bem:

O primeiro álbum dos Housemartins chamava-se "London 0 Hull 4"

London é uma equipa de futebol das divisões inferiores, mas este ano o Hull subiu à primeira divisão e já ganhou a diversas equipas de Londres (Arsenal, Tottenham, West Ham, Fulham), tendo perdido apenas recentemente com o Chelsea. Ou seja os Housemartins anteciparam -em mais de 20 anos - esta façanha:

LONDON 0 - HULL 4

Extracto de artigo/entrevista ao vocalista dos Housemartins:


THE success of The Housemartins's 1986 album, London 0 Hull 4, put the East Yorkshire city on the map.
Now it is football instead of music that is seeing people sing Hull's praises.

The club recreated the record's title – beating Fulham, Tottenham, Arsenal and yesterday West Ham to make it four wins out of four against clubs from the capital.

And Paul Heaton, lead singer of the city-based band whose hits included Happy Hour, is delighted.
"I'm pleased with their results against the London clubs,

"I thought they would do well.
"It's good for Hull. It's ironic it's football that's put Hull back on the map because in the 1980s it was football that struggled."

MC & Wikipedia disse...

Ao consultar no wikipedia o ano de lançamento do London 0 Hull 4 (que é de 1986), encontrei a seguinte informação:

Em 1989, o Brasil foi atacado por uma música chamada "Build", que ficou criminosamente conhecida como "Melô do Papel", chegando a ser comercializada com esse nome em algumas coletâneas tupiniquins para lá de horríveis.

Uma grande injustiça com os Housemartins:
apesar da melodia pop e com um lindo arranjo vocal, trazia uma letra amarga, que o público não entendia por ser cantada em inglês. Mas injustiças parecem sempre terem marcado esse simpático grupo da pequena Hull. No começo foram taxados de mera cópias dos Smiths. Até havia uma certa similaridade nos vocais, mas as duas bandas seguiram caminhos diferentes. Após dois discos brilhantes - London 0 Hull 4 e The People Who Grinned Themselves To Death (que foi lançado aqui e trazia "Build"), desmancharam, mas não antes de deixarem um grande legado: a coletânea de compactos e de out-takes chamadas Now That's What I Call Quite Good.