sexta-feira, 31 de outubro de 2008

BLUR VS OASIS


FOOD 29 - 1991

There's No Other Way - Inertia

É verdade que prefiro os Oasis aos Blur, mas não renego estes últimos de maneira alguma. É apenas uma questão de gosto pessoal.

A guerra Oasis-Blur foi uma invenção da imprensa, à semelhança da que ocorrera três décadas antes com os Beatles e os Rolling Stones.

E é curioso observar as recentes declarações de Andrew Loog Oldham, à época manager dos Stones, que confessou que se não fôra essa guerra, os Stones não teriam sido ninguém, que a guerra só os beneficiara, só os promovera.

Adiante!

Até conheci os Blur dois anos antes dos Oasis. Vi-os ao vivo pela primeira vez no dia 05 de Abril de 1992 no Rollercoaster, na Brixton Academy (Londres), juntamente com os Jesus and Mary Chain, My Bloody Valentine e Dinosaur Jr.

À falta de melhores argumentos (musicais), Damon Albarn virou-se de costas para o público e arreou as calças e cuecas. Curiosamente, anos mais tarde, Damon confessou ter sido este o maior erro da sua vida.

Vi depois os Oasis pela primeira vez ao vivo no dia 31 de Julho de 1994 no T In The Park Festival, em Glasgow.

Fizeram a diferença.

Foi uma das mais loucas entrevistas que fiz a músicos britânicos. Chovia e enquanto Liam, com a camisola da selecção brasileira, dava uns toques com a bola cá fora, no relvado, enfiei-me com Noel na van e mais uma dúzia de cervejas.

Noventa e cinco por cento da entrevista foi passada a beber cerveja e a discutir qual de nós tinha mais discos-piratas dos Beatles! Ao fim de algum tempo, Noel acabou por atirar a toalha ao chão!

Divertido também quando, na humidade do vidro, lhe desenhei grotescamente o mapa da Europa e lhe perguntei onde ficava Portugal. Apontou-me a Itália! Vá lá, ao menos não indicou Espanha!

Em 1994, os Oasis eram ainda imberbes e nem o primeiro LP, "Definitely Maby", tinha sido ainda editado. Não eram ainda banda de palco principal, tocavam numa tenda de circo.

Quando subiram ao palco, fomos - eu e a Teresa - literalmente atropelados por uma multidão histérica em correria. A Teresa chegou a ser atirada ao chão e eu protegia-me como pude. Está tudo gravado, a guincharia...

Voltei a encontrar Noel várias vezes ao longo da sua carreira. No dia 17 de Maio de 2000, antes do concerto na extinta Praça Sony, em Lisboa, confrontei-o com as fotos de 1994.

Autografou-mas, riu-se, mas confessou que não se lembrava de nada.

Pudera!

POR EXEMPLO...


PHILIPS - 888 585-7 - 1987

Guitarra Minha Amiga - Guitarra Minha Amiga (instrumental)

Arranjos e participação especial de Shegundo Galarza.

Este single de Paulo Alexandre custou-me menos de 1 euro na Discolecção. Vejo-o no Miau com um preço-base de licitação de € 6.

Está tudo doido ou quê?

A CRISE!


O sr. Magalhães, portista ferrenho, é o meu jornaleiro habitual no quiosque frente ao Fonte Nova, em Lisboa. Também ele sente e vive a crise!

É ele que me vende diariamente o Público, as revistas que eu quero e que mas guarda e que me atende os pedidos mais díspares.

Tem uma frase deliciosa, quando lhe pergunto se há novidades (sou perdido por promoções): para o seu gosto não há nada!

Dada a crise, o sr. Magalhães está por tudo! Hoje vendeu um "Correio da Manhã" por 2.000 lei (moeda da Roménia, na imagem) e, sabendo que gosto de notas estrangeiras, vendeu-ma por 1 euro: olhe, é pró café!

MAU GÉNIO, PÉSSIMA ÉTICA


A Mau Génio é uma loja de vinis em segunda mão, sita no Shopping Nevada, na Estrada de Benfica, em Lisboa.

O seu dono - um sujeito mal encarado - compra dezenas e dezenas de LPs a 1 euro na Discolecção e depois vende-os a 5, 10 e mais euros na sua loja.

Não é crime, mas convenhamos... deixa muito a desejar quanto à honorabilidade! Esperteza saloia de portuga...

Sempre valeu mais a pena ir à Discolecção!

ROY ORBISON


LONDON - LES 569 - edição portuguesa

Goodnight - Only With You - It's Over - Blue Bayou

PAUL MCCARTNEY


PARLOPHONE 1655287 - 1983 - edição portuguesa

Pipes Of Piece - So Bad

Cortesia de Fernando Baptista

A BLITZ DE NOVEMBRO


Já está nas bancas a edição deste mês da revista Blitz que nos oferece, entre outras coisas, entrevistas com Tim, dos Xutos & Pontapés, e Camané e features sobre os Oasis, AC/DC e Rick Wright, dos Pink Floyd.

CHARLES AZNAVOUR


BARCLAY - BEP 700 107 - edição portuguesa

Je Te Rechaufferai - C'Est Fini - Isabelle - Jene Crois Pas

Adquirido pelo irmão mais velho em Lisboa no dia 31 de Maio de 1965

UM TRIO DE TRUZ


Vicky, Luís Pedro Fonseca (Salada de Frutas) e Eduardo Nascimento (Rocks, "O Vento Mudou") no "Penny Lane", em Cascais, no dia 19 de Abril de 1985.

Cortesia de Vicky

OS MENINOS RABINOS


METRO-SOM - EP 1023

O Banho De Dom Beltrão De Furdigongas - Que É De Valentim - O Guarda - Somos Livres

NICOLAU BREYNER


RR - 5044

Poeta Povo - Maria da Serra

MAX


COLUMBIA - M.L. 179

Porto Santo - Beijar-te Assim

quinta-feira, 30 de outubro de 2008

HOTEL TIVOLI


Cortesia de Fernando Pereira

LUNA


BEGGARS BANQUET - BBL 2037 CD - 2006

Bonnie And Clyde (Serge Gainsbourg) - Indian Summer (Beat Happening) - Ride Into The Sun (Velvet Underground) - In The Flesh (Blondie) - Season Of The Witch (Donovan) - Jealous Guy (John Lennon) - Neon Lights (Kraftwerk) - Sweet Child O'Mine (Gun 'N' Roses) - That's What You Always Say (Dream Syndicate) - Everybody's Talkin' (Fred Neil) - Outdoor Miner (Wire) - No Regrets (Tom Rush) - La Poupée Qui Fait Non (Michel Polnareff) - Only Women Bleed (Alice Cooper) - Dream Baby Dream (Suicide) - Thank You For Sending Me An Angel (Talking Heads)

Os Luna são uma das novas bandas que mais me caíu no goto. Tal como já tinham caído os Galaxie 500, seus antecessores.

Este é um duplo best of, mas para não enfastiar só alinho o CD das versões. Sou fanático de versões. Junta-se assim a fome à vontade de comer.

JOSÉ AFONSO


ALVORADA - MEP 60003 - 1956

Contos Velhinhos (José Afonso) - Minha Barca (Luis Góis) - Incerteza (José Afonso) - Variações Em Ré Menor (António Brojo, António Portugal, Aurélio Reis, Mário de Castro)

Estas são das primeiras gravações de José Afonso e de Luís Góis também.

WENDY, EX- WALTER, CARLOS


EAST SIDE DIGITAL - ESD 81362 - 1998

Timesteps (Wendy Carlos) - March From A Clockwork Orange - Title Music From A Clockwork Orange (Wendy Carlos and Rachel Elkind) - La Gazza Ladra - Theme From A Clockwork Orange (Wendy Carlos and Rachel Elkind) - Ninth Symphony: Second Movement - William Tell Overture - Orange Minuet (Wendy Carlos) - Biblical Daydreams (Wendy Carlos and Rachel Elkind) - Country Lane (Wendy Carlos and Rachel Elkind)

CLOCKWORK ORANGE


WARNER BROS. 7599-27256-2 - 1972

Title Music From A Clockwork Orange (Walter Carlos) - The Thieving Magpie (A Deutsche Grammophon recording) - Theme From A Clockwork Orange (Walter Carlos) - Ninth Symphony, Second Movement (A Deutsche Grammophon recording - March From A Clockwork Orange (Walter Carlos) - William Tell Overture (Walter Carlos) - Pomp And Circumstance - Timesteps (Walter Carlos) - Overture To The Sun - I Want To Marry A Lighthouse Keeper (Erika Eigen) - William Tell Overture (A Deutsche Grammophon recording) - Suicide Scherzo (Walter Carlos) - Ninth Symphony, Fourth Movement (A Deutsche Grammophon recording) - Singin' In The Rain (Gene Kelly)

ANTÓNIO CALVÁRIO


A VOZ DO DONO - 7LEM 3081

O Meu Chapéu - Aqui Onde Me Vês - Caixa de Música - Alta Roda

DEDICADO AO GIN-TONIC


PATHÉ - 11C 074-14869 - 1980 - edição portuguesa

Jazzy Retro Satanas - Branche Cassee - Ame S'Trame Drame - Si C'Est Vraiment Vraiment Vrai - Bosse Bossez Bossa - Gin Tonic - Juke Box - Seule Comme Une Pomme - Chanson Ouverte - Minuit Minuit - Que Tu M'Enterres

WALTER CARLOS


CBS - S 73059 - 1972

Timesteps - March From A Clockwork Orange - Title Music From A Clockwork Orange - La Gazza Ladra - Theme From A Clockwork Orange - Ninth Symphony: Second Movement - William Tell Overture - Country Lane

UDO JURGENS


DISQUES VOGUE - EPL 8412 - edição francesa (1966)

Merci Chérie - Das Ist Nicht Gut Fur Mich - Siebzehn Jahr, Blondes Haar - So Wie Eine Rose

JULIETTE GRÈCO


PHILIPS - 437.255 BE - edição francesa

...Dieu Que Ça Lui Ressemble - Dix Huit Jours - Les Moutons - Alpha Du Centaure

FADOS DE COIMBRA


ORFEU - ATEP 6227

Coimbra Menina E Moça - Balada Do Encantamento - Fado Hilário - Fado Manassés

Todos cantados por Manuel Branquinho, acompanhado por Luís Plácido e José Delgado (guitarra) e Fernando Plácido (viola).

UMA CASA PORTUGUESA


HIS MASTER'S VOICE - M.Q. 143

Uma Casa Portuguesa - Madragoa

Carlos Fernando era uma das vozes do conjunto de Mário Simões.

quarta-feira, 29 de outubro de 2008

O TIROLÊS


COLUMBIA - SLEM 2.140 - edição portuguesa

Lovesick Blues - Happy-Go-Lucky-Me - She Taught How To Yodel (O Tirolês) - The Wayward Wind

Cortesia de Caínhas

CARLY SIMON


ARISTA - AL 8443 - 1986

Cortesia de Fernando Baptista

DEDICATED KINKS


PYE - NEP 24258 - 1966 - edição britânica

Dedicated Follower Of Fashion - 'Til The End Of The Day - See My Friend - Set Me Free

FALTAM DOIS MESES!!!


PHILIPS 6031 064 - 1977

É Natal, Feliz Natal - Natal De Um Homem Só (No Pôr Do Sol Da Vida)

BAILE DE OUTONO

Os Diamante Negros animam no dia 22 de Novembro uma angariação de fundos, acho que na vila de Sintra. Não percebi muito bem onde é o restaurante nem o motivo da angariação. Mas é uma festa!

Ver aqui mais pormenores.

PAULO DE CARVALHO


LM/MOVIEPLAY - SP-104 - 1972 - edição moçambicana

Walk On The Grass - Keep Your Love Alive

A edição portuguesa - com um lado B diferente - está aqui.

QUE LINDOS QUE ELES ESTÃO!


Cortesia de Fernando Baptista

terça-feira, 28 de outubro de 2008

MÁRIO SIMÕES


HIS MASTER'S VOICE - M.Q. 144

Canção do Mar (fado-slow) - Fado (Selecção de Velhos Fados)

JORGE COSTA PINTO


TECLA - TE 5004

Boom Bang A Bang - De Troubadour - Un Jour, Un Enfant - Vivo Cantando

JOAN BAEZ


VANGUARD 119024 - edição francesa

Drug Store Truck Drivin' Man - Joe Hill

JUDY GARLAND


CAPITOL - EAP-I-20630 - 1964

Maggie, Maggie May - There's Only One Union - The Land Of Promises - It's Yourself

LUIZ PIÇARRA


MELODIA 35.014

Noite de Luar - Fiandeira

Luís Raul Janeiro Caeiro Barbosa Piçarra Valderazo y Ribadanayra, que os benfiquistas conhecem bem, nasceu em Moura, no Alentejo, em 1917, neto de castelhano.

Da sua extensíssima biografia, retiro, por exemplo, que se lhe deve o reconhecimento mundial de "Avril Au Portugal", tradução francesa de "Coimbra", de Raul Ferrão.

Diz-se que em meados da década de 50, chegou a ser o cantor europeu com mais discos editados.

Cantou com o jovem Nóbrega e Sousa ao piano antes de enveredar profissionalmente pelo belo canto. Foi discípulo de Tito Schippa. Cantou em exclusivo para o rei Faruk e gravou com Edith Piaf. Gravou 999 canções.

Disse De Gaulle: fui ouvi-lo cantar, para ver se era verdade o que diziam desse petit portugais. Era verdade!

Perdeu a voz em Angola, em 1969, numa emboscada da guerra colonial, quando actuava para as Forças Armadas Portuguesas.

Morreu em 1999, vítima de cancro nas cordas vocais.

É pai de Mário Piçarra.

É uma enorme injustiça que Luiz Piçarra seja sobretudo conhecido por ser o intérprete de "Ser Benfiquista".

REBELDES EM BENGUELA


Tony Matos, Luís Manuel, Fausto e Vicky - mais uma fotografia dos Rebeldes.

Cortesia de Vicky

DAY IS DONE


WARNER BROS - WV 5124 - edição francesa

Day is Done (Peter Yarrow) - Make Believe Town (Yarrow/Mezzetti)

Este é o segundo disco dos Peter Paul & Mary que comprei, um single que tem uma lindíssima capa. A partir daqui, passei a embarcar nos álbuns do trio.

Os Peter, Paul & Mary, juntamente com tantos outros, foram-me revelados pelo "Em Órbita".

And if you take my hand my son
All will be well when the day is done.
And if you take my hand my son
All will be well when the day is done.
Day is done, day is done
Day is done, day is done

Colaboração de Gin-Tonic

DIE TOTEN HOSEN


VIRGIN - PM 527/CDVIR 11 - 1991

A propósito de Ronald Biggs, um leitor atento chamou a atenção para uma outra participação musical do fugitivo do comboio: com a banda anarca alemã Die Toten Hosen, na canção "Carnival In Rio (Punk Was").

Já agora, o cão de Biggs chama-se Blitz!

MAIS UMA TINTARELLA


BARCLAY - 7 E BLY 4748 - edição francesa (1960)

Mustapha - Padrone D'O Mare - Tintarella Di Luna - T'Ho Vista Piangere

Adquirido pelo irmão mais velho em Coimbra no dia 12 de Julho de 1961.

HOTEL CALIFORNIA


Em 1976 deveriam existir nos EUA algumas centenas de hotéis chamados Hotel California.

Com a publicação, nesse ano, do álbum dos Eagles com o mesmo nome, esse número teve ter sido largamente aumentado.

Muitos fanáticos da música devem ter-se posto a caminho da Califórnia, por essa altura, só para ter o prazer de pôr os "butes" nesse instântaneamente célebre hotel ("such a lovely place, such a lovely place...").

Mas, de duas uma: ou regressaram a penates com a "viola dentro do saco"; ou então comeram gato por lebre...

Na verdade, o Hotel California a que se referiram os Eagles nunca existiu. Foi uma simples "abstracção" e mesmo a capa do disco não era mais do que uma montagem com base em imagens do Beverly Hills Hotel, de que aqui vos deixo uma foto.

Eu próprio não deixei de ficar no meu Hotel California, situado no 1.670 Ocean Boulevard, não longe (em LA esta expressão é sempre relativa...) da casa do Eric Clapton que deu nome e capa a um dos seus LPs.

É claro que não andei à procura de nenhum Hotel Califórnia em particular, mas tive de optar por este após diversas tentativas fracassadas para encontrar alojamento em Santa Mónica, num fim de semana.

Foi, de longe, o hotel mais caro onde dormi em toda a nossa viagem, mas que se lixe... Não fui a LA para perder tempo à procura de hóteis e este tinha, ao menos, a vantagem de ficar mesmo junto à praia, quase podendo saltar directamente da cama para dentro de água...!

Mas se vos maço com este assunto, não é pelo hotel em si, mas pelo simples facto de, pela primeira vez na minha vida, ter dormido com uma guitarra eléctrica pendurada na parede do meu quarto! Nem nos meus tempos de adolescente me passou pela cabeça pendurar um "poster" que fosse dos meus ídolos da música. Preferia forrá-las com carros de corrida...

Deixem que vos diga que adormecer a olhar para uma guitarra pendurada na parede, não é fácil... Fosse ela acústica e passarinhos e vozes celestias poderiam invadir o meu sono, através das idílicas apariçõesde Joan Baez, Marianne Faifhfull, Sandy Denny...

Mas, que diabo, uma guitarra eléctrica poderia ser pasto para sonhos verdadeiramente demoníacos: B.B. King a rangê-la durante toda a noite aos meus ouvidos...!; Jimi Hendrix a entrar-me pela janela dentro, envolto numa bola de fogo...!; Pete Townshend a parti-la à cacetada nas minhas costas, como naquela noite de Woodstock...!

Mas acabei por dormir que nem um santinho e manhã cedo, muito cedinho, já molhava os pés em Santa Monica Beach, tentando imaginar as "boas vibrações" que por lá se fizeram sentir, "a long, long time ago"...

Colaboração de Luís Mira

segunda-feira, 27 de outubro de 2008

VOCÊS SABEM LÁ...


DECCA - P-DFE 6489

Vocês Sabem Lá - Saudades da Saudade - Rua Sem Luz - Canção da Nazaré

Um clássico!

FLAUSINA


ALVORADA - MEP 60316

Flausina - É Tão Bom - Mel Mel Mel - Por Um Beijo

TES GESTES


POLYDOR - 2056 028 - edição francesa

Tes Gestes (Georges Moustaki) - Je Voudrais Pas Crever (Boris Vian-J. Datin)

"Tes Gestes", de Georges Moustaki, mas na interpretação de Serge Reggiani, é uma das canções da minha vida!

Comprei este disco no dia 14 de Fevereiro de 1973, às 19H40, e estava a chover. Na contracapa do disco transcrevi também:

Das minhas mãos renasce a nossa vida
e sei que posso falar-te a toda a hora.
Basta cantar para possuir-te
és o sítio onde o canto se demora:
estou a inventar-te e a destruir-te
agora, agora.

Quant tu sort du bain
Tu caches ta poitrine
Dans la paume des mains
Les hanches insolentes
À chaque mouvement
.

UMA CAPA DE COLECÇÃO


THE SUN - AID 1 - 1987 - edição britânica

Let It Be - Let It Be (The Gospel Jam Mix)

Não deve haver muitas capas iguais a esta no mercado. Paul McCartney matou-a à nascença!

Como sabem, este é o disco de solidariedade para com as 190 vítimas e suas famílias que morreram no naufrágio de um ferry em Zeebrugge, Bélgica, no dia 06 de Março de 1987.

PERFEITO CANTOR DE CHARME


A VOZ DO DONO - 7LEM 3172 - 1966

Não Sei (Vorrei) - Vê - Estive Enamorado - O Mal Às Vezes É Um Bem

Este é o primeiro disco de Marco Paulo.

(...)

(Marco Paulo) canta cedendo ao impulso irresistível que o impele a exprimir-se através de uma voz que sabe transmitir aquilo que a inspiração dos autores criou.

Porque Marco Paulo não se limita a usar a voz como simples instrumento a servir a melodia, vive intensamente o conflito que cabe dentro dos versos de cada canção.

E são estes predicados, voz de timbre agradabilíssimo, extensão, ductilidade que aliados a um poder de expressão singular, o irão transformar no perfeito cantor de charme.
(...)

de um texto apócrifo na contracapa do EP

EL CAMINO


PHILIPS - 6009 272

El Camino - Dale Negro

Alguém terá este "El Camino" em CD?

A NOSSA PIN-UP


domingo, 26 de outubro de 2008

CRESCE, CRESCE...


Este é o hotel que está em construção no Parque das Nações, em Lisboa, na Torre Vasco da Gama.

MARINO MARINI


DURIUM - EP A 3157

Don Nicola 'O Cosacco - Nun Te Voglio Perdere - 'E Scalelle D' 'O Paraviso - Alike-Sisky-Ba