quinta-feira, 27 de dezembro de 2007

FALEI COM JOSÉ ALMADA!!!


ZIP ZIP - COM 104/L - 1970

Face A

Homenagem - Vento Irado - Os Anjos Cantam - Hóspede - E A Ovelha Bale, Bale/Pobre Mendigo/Ao Som Dum Sol E Dó

Face B

Prece - Mendigo - Olha As Ovelhas Como São - Jaiminho - Oh Pastor Que Choras - Eh! Vizinho Porco

Arranjos e direcção de Pedro Osório.

Este disco custou-me 99$50.

Graças a um comentário deixado neste blog por Luís Almada, filho de José Almada, consegui finalmente chegar à fala com o autor de "Mendigos", desiderato que perseguia há uns bons 10 anos.

José Almada vive hoje tranquilamente em Ovar, a 100 metros do seu filho Luís e feliz com o seu casamento com Margarida, veterinária municipal.

Mas a sua vida nem sempre foi tranquila.

José de Almada Guedes Machado nasceu em Guimarães no dia 06 de Setembro de 1951, mas passou a infância na zona de Lamego-Régua - eis assim a razão do seu sotaque característico nas gravações, sotaque que - conforme pude comprovar na conversa telefónica de hoje - já perdeu.

A sua carreira na música resume-se a dois excelentes LPs, "Homenagem" e "Não, Não, Não Me Estendas A Mão" e a um não menos excelente EP, "Mendigos", tudo do final da década de 60 e início da de 70 (e ainda o EP "Vento Irado" - tks, Fantomas!).

José Almada gravou primeiro para o ZIP-ZIP e depois para a Decca (Valentim de Carvalho). No auge da sua carreira não chegou porém a actuar no programa de televisão ZIP-ZIP, porque - disse - quando estava para o fazer, o programa acabou.

"Depois desperdicei-me, queria era vaguear, meti-me nos fuminhos", confessa.

"O 25 de Abril apanhou-me na tropa em Cabo Verde e em Maio consegui regressar. Passei uma temporada no Hospital Psiquiátrico do Exército, em Campo de Ourique. Trabalhei em vários sítios, fui revisor no jornal "A Época", tomei conta de crianças deficientes, fiz muita coisa esporadicamente.

"Mas nunca deixei de tocar e de compôr. Eu desabafava com a minha viola. Até que no dia 23 de Dezembro de 1974 encontrei a Paz interior com a meditação ioga".

Hoje, José Almada está de bem com o Mundo e anseia gravar as suas novas canções. "Mandei uma K7 há uns 4/5 anos a Tozé Brito, mas não interessou", lamenta, acrescentando que tem "coisas bonitas e novas".

Os seus irmãos têm igualmente queda para a música: Catarina já cantou para o Papa em Fátima e o irmão mais velho gravou a "Mulher Gorda" com uma Tuna Académica.

12 comentários:

ié-ié disse...

Confesso que foi com grande emoção que finalmente falei com José Almada. É um dos meus heróis de juventude. Eu e o meu irmão caçula oferecemos aos nossos Pais no Natal de 70 o EP "Mendigos" e escrevemos na contracapa: "O Zé Almada diz coisas importantes".

LT

josé disse...

Fantástico, Luís! Vou dar espavento a isto. E não sei se não lhe telefono também.

Eduardo F. disse...

Até que enfim. É por estas coisas que damos valor à comunicação!

Bendita seja!

Fantomas disse...

O José Almada também editou para a Zip Zip o EP "Vento Irado".

Muleta disse...

Nao há coisas fantásticas? o josé almada e o seu sotaque acompanharam parte da minha juventude e foram fonte de inspiração para uns poemitas....... musicados pelo Pepe da Capela do Rato.......
será que ele nao tem as gravaçoes dele com boa qualidade???

ié-ié disse...

Não, o José Almada disse-me que nem os dicos tem, quanto mais as gravações. Só um irmão é que tem um LP.

LT

jose almada disse...

Eu compro seja porque preço. Já ouvi o zé ao vivo. Sou seu sobrinho e estou neste fim de semana com ele. Todos íam gostar, para além das musicas é a própria paz que se experimenta.

Duarte Lucena

jose almada disse...

Obrigado a todos, talvez o Luis tenha razão. uma reedição de um disco meu seja o mais oportuno, mas gostava de salvaguardar tudo o que fiz e não gravei. Com alegria e amizade para todos.

José Almada

Luis disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Leicam disse...

José Almada na Casa da Contacto em Ovar - dia 30 pelas 21h30. Vejam mais em www.contactovar.com

jose almada disse...

SÓ CANTO PORQUE PRESSINTO QUE AQUILO QUE CANTO PRESSINTO, VAI DAR Á PORTA DESTE LABIRINTO.

DAS CONTRADIÇÕES, MAS DE NOS LEVAR Á ÁGUA PURA.

jose almada disse...

EM BREVE NA FM RADIO VOZ VAREIRA DE OVAR 98.7. UMA ENTREVISTA SOBRE MINHA VIDA LIGADA Á MUSICA