terça-feira, 3 de maio de 2016

50 ANOS DE UM MÍTICO CURSO DE DIREITO


(em constante actualização)

Pauta parcial do 1º ano do curso jurídico de 1966/1971 da Faculdade de Direito da Universidade Clássica de Lisboa, famoso pelo (futuro) mediatismo dos seus estudantes, e que celebra este ano 50 anos!

Algumas indicações poderão estar desactualizadas.

ALUNOS ORDINÁRIOS:

2 - Albano Bessa Monteiro (advogado reformado plenamente no activo)
4 - Alexandre Pacheco Botelho (ex-chefe de gabinete do Ministro Viana Baptista, ex-administrador da Transtejo)
24 - António dos Santos Carvalho (Juiz no Tribunal de Contas)
32 - António Mammerickx Trindade (deputado do PS/Madeira, presidente do Porto Bay Hotéis & Resorts, SA)
36 - António Frutuoso Melo (advogado, ex-chefe de gabinete de José Luís Vilaça na PCM (1981) e de Queirós Martins no Ministério do Trabalho (1982))
45 - António Toureiro Mineiro (era editor livreiro)
46 - António de Andrada Reis (falecido no dia 14 de Março de 2010, foi presidente do Instituto dos Seguros e administrador da SEMAPA))
47 - António Pina Abecasis (militante da OCMLP, imolou-se pelo fogo em 1986, por motivos pessoais)
52 - António Mega Ferreira (presidente da EXPO '98, director executivo da Orquestra Metropolitana de Lisboa)

61 - Carlos Beja (ex-vice-presidente da Naval, ex-administrador da NAV Portugal, Fundação Oriente)
62 - Cáceres Monteiro (jornalista, falecido a 03 de Janeiro de 2006, mudou-se para a Faculdade de Letras)
63 - Carlos Fino (ex-jornalista da RTP, ex-adido de imprensa da embaixada de Portugal no Brasil, ex-dirigente da AAFDL)
64 - Carlos Santos (advogado no Algarve)
66 - Carlos Veiga (ex-primeiro-ministro de Cabo Verde)
69 - Carlos Melon (notário em Lisboa, falecido a 17 de Dezembro de 2009)
70 - Carlos Santos Ferreira (ex-presidente da Caixa Geral de Depósitos, ex-presidente do BCP)
71 - Carlos Albino (jornalista)
77 - Clemente José Marques Galvão (reformado quer como advogado, quer como quadro do Instituto da Segurança Social, IP)
92 - Conceição Nunes (jurista na Caixa Geral de Depósitos)

97 - Fernando Ramos Machado (Embaixador, aposentado (com jubilação) em 2015)
99 - Fonseca Santos (jurista, antigo dirigente do Benfica, mandatário da candidatura presidencial de Marcelo Rebelo de Sousa)
104 - Filipe Malta Romeiras (cavaleiro)
113 - Frederico José Estalisnau Coutinho Rato (advogado em Macau)

115 - Helena Parada Coelho (esteve na Direcção dos Serviços Prisionais, agora está no Centro de Estudos Judiciários)

124 - Jaime Pina Gomes
125 - Jashavantilal Hirgee (foi secretário-geral da Faculdade de Direito. Procurador da República jubilado)
128 - João Lima Pimentel (foi assessor diplomático do primeiro-ministro António Guterres e director dos Serviços de Imprensa do MNE, Embaixador, aposentado (com jubilação) em 2015)
129 - João David Nunes (antigo director da Rádio Comercial)
130 - João Soares (ex-ministro da Cultura de António Costa, deputado do PS)
131 - João Carlos Saldanha e Daun (3º Conde de Saldanha)
138 - João Bonifácio Serra (mudou-se para Letras, foi chefe de gabinete do Presidente da República Jorge Sampaio)
143 - João Oliveira da Silva (presidente da Casa-Museu Fundação Medeiros e Almeida)
148 - João Maria Centeno de Gorjão Jorge (Rão Kyao)
149 - João da Costa Seabra (pároco da Igreja da Encarnação, Chiado, Lisboa)
156 - João Amaral (ex-jornalista, ex-membro da Alta Autoridade para a Comunicação Social)
166 - Jorge Braga de Macedo (ex-ministro das Finanças de Cavaco Silva)
179 - José Pacheco Pereira (mudou-se para Letras, historiador - Ephemera - comentador televisivo)
181 - José Albuquerque Dias (advogado)
182 - José Mendonça da Cruz (jornalista, director da revista das Selecções Reader's Digest)
184 - José Fonseca Pestana (ex-director nacional da PJ, ex-director do Serviço de Estrangeiros, ex-número 2 do SIS)
185 - José António Barreiros (autor e editor livreiro, agora, e desde sempre, advogado. E outras coisas pela Humanidade!)
187 - José Sarmento de Mattos (historiador de Lisboa)
195 - José Ramalho Ortigão (Embaixador, aposentado (com jubilação) em 2013)
201 - José Luís Oliveira Seixas (já falecido)
205 - José Barros Salles (advogado e advogado da Embaixada da Suiça)
215 - José de Sousa Uva
218 - José Tadeu Soares (Embaixador, aposentado (com jubilação) em 2015, ex-Presidente da Associação Sindical dos Diplomatas Portugueses)

222 - Luís Adolfo Carreira Simões Muller
224 - Luís Pinheiro de Almeida (jornalista, reformado, ex-dirigente da AAFDL, Prémio Pró-Autor SPA 2016)
225 - Luís Veiga de Macedo (ex-chefe de gabinete do primeiro-ministro de Cavaco Silva)
226 - Luís Roque de Pinho
229 - Luís Santos Ferro (advogado)
230 - Luís Pires de Lima
231 - Luís Charters
235 - Luís Chandelier Duarte (direcção-geral da Administração Pública)
237 - Luísa Guerreiro (jornalista)

238 - Madalena Schedel
239 - Mahomed Iqbal Abdoel Ayob Vakil
250 - Manuel Vilarinho (ex-patrocinador da Académica e ex-presidente do Benfica)
252 - Manuel Silva Pereira (jornalista e diplomata)
246 - Manuel Pereira Coutinho (administrador da GEF-Gestão de Fundos Imobiliário, SA)
248 - Manuel Portela de Herédia (presidente da assembleia geral da FISIPE-Fibras Sintécticas de Portugal, SA)
251 - Manuel Marcelo Curto (Embaixador, na disponibilidade em serviço (no MNE) e actual Presidente da Associação Sindical dos Diplomatas Portugueses)
255 - Manuel Tomás Fernandes Pereira (Embaixador, aposentado (com jubilação) em 2015)
256 - Marcelo Rebelo de Sousa (Presidente da República desde 09 de Março de 2016)
290 - Maria José Fonseca e Costa (falecida a 20 de Fevereiro de 1999, ex-mulher de Lobo Antunes, inspiradora do livro "Cartas da Guerra")
291 - Maria Josefina Silva Fernandes (reformada, agricultora em Arouca)
295 - Maria Leonor Beleza (ex-ministra da Saúde, presidente da Fundação Champallimaud e vice-presidente da CGD)
312 - Maria do Rosário Amaro da Costa Carneiro (ex-deputada independente do PS)
317 - Maria Teresa Ribeiro Alves
326 - Máximo Diogo José Dias (dirigente da RENAMO e candidato à Presidência da República de Moçambique)
329 - Miguel Eiró (advogado)
330 - Miguel Carneiro de Almeida (assessor de quatro primeiros-ministros: Mário Soares, Nobre da Costa, Mota Pinto e Maria de LourdesPintasilgo)

334 - Nuno Caldeira da Silva (professor universitário e cônsul honorário de Portugal em Chiang Mai, Tailândia)

337 - Oscar Ribeiro Filipe (conselheiro de embaixada, aposentado em 2015)
338 - Oscar Mascarenhas (jornalista, falecido a 6 de Maio de 2015)

340 - Paulo Figueira (jornalista)
344 - Pedro Bleck da Silva

347 - Rita Lima Luzes (aposentada e feliz dona de casa com distracções diversas dentro e fora do lar,
doce lar)
349 - Rita Mota de Campos (em 1984 era da Auditoria Jurídica da Presidência do Conselho de Ministros)
353 - Rui Afonso (notário em Macau)
354 - Rui Ramos (jornalista)

356 - Sebastião Coutinho de Lencastre

359 - Urgel Santos (ex-Entreposto e ex-dirigente da AAFDL)

360 - Vasco Pimentel Galvão
363 - Vítor Lourenço (ex-PJM e ex-assessor do ex-ministro da Defesa Fernando Nogueira)

ALUNOS VOLUNTÁRIOS:

445 - Aventino Alves Teixeira (o famoso major Aventino, falecido a 10 de Abril de 2009)
454 - Carlos Paisana (mandatário de Garcia Pereira que foi do MRPP)
471 - Jorge Lima Barreto (músico falecido a 09 de Julho de 2011)
474 - Carpinteiro Albino (corredor de automóveis)
483 - Francisco Bélard da Fonseca (jornalista, reformado)
499 - Jaime Neves (ex-Director da Alfândega dos CTT-Cabo Ruivo)
511 - Raposo de Magalhães (corredor de automóveis)
514 - Serradas Duarte (realizador de TV)
536 - Ribeiro Santos (militante do MRPP morto pela PIDE a 12 de Outubro de 1972)
537 - José Risques Correia da Silva (ex-campeão de judo)
576 - Luís Filipe Rocha (cineasta)
613 - Isabel Martinez (filha do professor com o mesmo apelido)
646 - Raul Mota de Campos (ex-director-geral dos Serviços Parlamentares da Assembleia da República)
654 - Teodato Hunguana (foi ministro da FRELIMO)
655 - Teresa Fino (ex-Tecidos Portalegre)
658 - Vasco Mateus (já falecido, ex-COPCON)
663 - Vítor Dias (foi porta-voz do PCP, blog O Tempo Das Cerejas)
669 - Picão Abreu (foi dirigente desportivo de rugby)

O curso tinha 375 alunos ordinários inscritos, dos quais apenas 90 mulheres (24 por cento) e 301 voluntários.

As alunas do sexo feminino, que eram muito poucas, não podiam vestir calças e sentavam-se à frente no anfiteatro, os masculinos, obrigados a usar gravata, sentavam-se atrás, tudo colocado por ordem alfabética.

Este curso já se reuniu 4 vezes para lautos almoços e grandes larachas: em 1981 no Seminário da Luz (com feijoada cozinha pelo Bessa Monteiro), em 1984 na Cervejaria Trindade, em 1992 na York House e em 1996 na Casa de S. Domingos à Lapa, tudo em Lisboa, obviamente.

O próximo repasto realiza-se no dia 17 de Junho na Faculdade de Direito.

(AAFDL - Associação Académica da Faculdade de Direito de Lisboa)

O Abecasis imolou-se numa grande fogueira, em frente à Foz do Douro, reiterando o seu velho fascínio, senão mesmo obsessão, pelas imolações pelo fogo.

(in "Da Revolução Gorada Aos Desafios do Presente - Memórias II [1974-2014]", Pedro Baptista, Edições Afrontamento, 2015)

3 comentários:

Anónimo disse...

Os tempos mudaram e muito.

Ao que me dizem, hoje nas turmas de Direito as mulheres ocupam uma posição numericamente esmagadora havendo relatos de turmas onde resistem um ou dois exemplares de “macho ibérico” ( obviamente objecto de todos os carinhos e atenções que merece um espécime ali em via de extinção, como o lince, para não falar na vantagem em termos das economicistas leis da oferta e da procura oque faz com que o resistente espécime possa atalhar a Direito aproveitando as eventuais e hormonais investidas das parceiras concorrentes).

Dos constantes da foto consigo enxergar, logo na posição mais cimeira, o autor deste Blogue, o actual Presidente da República, Leonor Beleza, José António Barreiros, Braga de Macedo, o franciscano Vítor Melícias, o já falecido grande jornalista Cáceres Monteiro, o sacerdote João Seabra, o Vítor Dias do PCP, Carlos Fino, João Soares, Mega Ferreira, José Mendonça da Cruz das Selecções Reader's Digest.
Só tenho dúvidas em relação ao “stor” do centro que usa suspensórios e uma folclórica protecção capilar que pode muito bem ser o conhecido flautista e saxofonista Rão Kyao.

Quanto ao aparamentado bispo, desconheço a sua identidade. com este são rês clérigos a estudarem lei de César mas que acabariam por se devotar sobretudo à lei de Deus.

Um reparo me permito fazer em ralação ao listado com o nº 511 - Raposo de Magalhães aqui relacionado como “corredor de automóveis” (não seria propriamente um Fangio ou Jackie Stewart, vi-o inclusivamente a perder um rallye a jogar em casa ). Ele é sobretudo reconhecido como o notável empresário que foi da indústria vidreira do concelho de Alcobaça.

JR

ié-ié disse...

Sim, é o Rão Kyao (que não chegou a acabar Direito, mas pertence, por direito próprio, a este curso) e o "aparamentado bispo" é o cardeal Alexandre Nascimento que o foi de Luanda.

LT

dmt disse...

tem mais comentários sobre o mesmo tema e a mesma imagem (2007)

http://guedelhudos.blogspot.pt/2007/10/gerao-y-y.html