sexta-feira, 26 de janeiro de 2018

AVANTE P'LO BENFICA


HIS MASTER VOICE - 7 LEM 3012

ORFEÃO DO SPORT LISBOA E BENFICA

Direcção Casimiro Silva

Side One

Hino do Sport Lisboa e Benfica - Biribiribim

Side Two

Quem Canta Seu Mal Espanta - Cantigas no Ar

Nuno Potes, dono e senhor dum boteco de venda de discos de vinil, porta aberta na Rua Carvalho Araújo, em Lisboa, volta e meia, com um disco na mão, gosta de dizer: isto é uma raridade rara.

Foi o caso deste EP.

Trata-se do verdadeiro Hino do Sport Lisboa e Benfica cantado pelo Orfeão do Glorioso.

Quando sentado na catedral, ouve o speaker do Estádio, com uma histeria de levantar fantasmas a dizer e agora, cachecóis ao alto, a uma só voz, cantemos o hino do Sport Lisboa e Benfica, fica todo pele de galinha.

O que se ouve é Luís Piçarra a cantar o Ser Benfiquista que, segundo António Vilarigues, no seu blogue O Castendo, é uma cançoneta apresentada a 16 de Abril de 1953, num sarau, no Pavilhão dos Desportos, para angariação de fundos destinados à construção do Estádio, com letra e música de Paulino Gomes Júnior, um confesso salazarista.

Abra-se um parêntesis para dizer que Luís Piçarra, um ferrenho benfiquista,  foi pessimamente tratado, nos últimos anos de uma vida muito difícil, por sucessivas direcções do clube.

Diga-se que  o Hino do Sport Lisboa e Benfica dá pelo nome de Avante, Avante p’lo Benfica, data de 1929, tempo do 25º aniversário do clube, tem letra de Felix Bermudes, um democrata e um homem da Cultura, e música de Alves Coelho.

"Todos por um!" eis a divisa,

Do velho Clube Campeão,
Que um nobre esforço imortaliza,
Em gloriosa tradição.

Olhando altivo o seu passado,
Pode ter fé no seu futuro.
Pois conservou imaculado
Um ideal sincero e puro.

Avante, avante p'lo Benfica,
Que uma aura triunfante Glorifica!
E vós, ó rapazes, com fogo sagrado,
Honrai agora os ases
Que nos honraram o passado!

Olhemos fitos essa Águia altiva,
Essa Águia heráldica e suprema,
Padrão da raça ardente e viva,
Erguendo ao alto o nosso emblema!

Com sacrifício e devoção
Com decisão serena e calma,
Dêmos-lhe o nosso coração!
Dêmos-lhe a fé, a alma!

Claro que este Avante, Avante p’lo Benfica fazia comichões ao ditador Salazar que acabou por ordenar que o hino deixasse de ser cantado.

Ordens expressas foram, mais tarde, dadas à Censura para que os jornalistas não designassem os jogadores do clube por vermelhos mas sim por encarnados.

Texto: Gin-Tonic

3 comentários:

Miguel Ângelo Catarino Vaquinhas disse...

Isso sim é que é uma raridade gigantesca!!!
Um disco que qualquer coleccionador que se preze gostava de ter na sua discoteca.

Parabéns Gin Tonic.

Anónimo disse...

Não sei se também é "uma raridade rara" mas existe um ep, com a mesma capa, 7EGC 19 no lado 1: HINO DO SPORT LISBOA E BENFICA e BIRIBIRIBUM e no lado 2: QUEM CANTA SEU MAL ESPANTA e CANTIGAS NO AR

Anónimo disse...

Acrescento que a Label é verde e publicado na Inglaterra.