quinta-feira, 1 de junho de 2017

SGT PEPPER'S FAZ HOJE 50 ANOS!!!


“Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band" faz hoje 50 anos!

Considerado o melhor álbum de sempre da música pop, “Sgt. Pepper’s” foi editado na Grã-Bretanha no dia 1 de Junho de 1967, uma quinta-feira, o que também foi uma excepção.

No dia seguinte foi editado nos Estados Unidos e no dia 3 entrou directamente  para o 1º lugar do top britânico da Melody Maker, graças aos milhares de cópias vendidas em avanço.

Segundo Mark Lewinsohn, que está a escrever uma extensíssima biografia dos Beatles em 4 volumes, o dia 1 de Junho de 1967 é “o dia mais celebrado da carreira dos Beatles”.

A Universal, actual detentora do catálogo dos Beatles, instituiu o dia de hoje como “Pepper Day”, com iniciativas várias, incluindo Portugal, com uma sessão no dia 05 de Junho na FNAC-Chiado (Lisboa), às 18H30.

Também não se sabe, com rigor, em que dia é que “Sgt Pepper’s", que começou a ser gravado a 24 de Novembro de 1966, foi lançado em Portugal. Não há informação oficial alguma sobre o assunto!

Sabe-se no entanto que foi entre 01 de Junho de 1967, edição inglesa, e 17 de Julho de 1967, dia em que comprei o meu exemplar (na imagem, ainda completo). A edição portuguesa só surgiu em 1977, 10 anos depois.

Em 1967, o programa "Em Órbita", do Rádio Clube Português, elegeu "Sgt. Peppers" como "obra máxima" do ano, distinção única.

O LP foi estreado mundialmente no dia 12 de Maio de 1967 na Radio London (pirata), antes mesmo de cópias do LP terem sido impressas.

Três dias depois, a 15, Paul McCartney encontra Linda Eastman, pela primeira vez, num concerto de Georgie Fame no Bag O'Nails.

No dia 19 de Maio, o LP foi apresentado à imprensa numa festa na casa londrina de Brian Epstein.

No dia 04 de Junho, Paul e Gorge ouvem Jimi Hendrix tocar ao vivo "Sgt. Pepper's" no Saville Theatre, em Londres, "Foi a maior honra", considerou McCartney.

E no dia 01 de Junho de 1987, no 20º aniversário da edição original, "Sgt Pepper's" foi editado pela primeira vez em CD.

Fontes: "Anthology", Hunter Davies, Derek Taylor, Mark Lewisohn, Beatles Book, Barry Miles, beatles.com, “A Day In The Life”, "All The Songs", "The Act You've Known For All These Years", entre muitas outras.

22 comentários:

Anónimo disse...

É o álbum dos álbuns! Apesar do Abbey Road ser o meu preferido e durante muito tempo "entre les deux mon coeur balance" como diz o outro, este é o álbum dos álbuns!
G.

ié-ié disse...

O meu preferido é o "Rubber Soul", mas reconheço que este é o mais expressivo.

LT

josé disse...

Luís:

No outro dia ( Sexta-Feira à noite na RR) em viagem escutei o programa dedicado à efeméride com a presença de vários convidados, incluindo a tua.

Não cheguei a ouvir a parte final porque tive que estive numa festa de anos a que não podia faltar.

Será possível ouvir em podcast o mesmo programa? E quem eram os demais convidados ( para além da Teresa)?

Obrigado.

josé disse...

Uma das vozes pareceu-me ser a de José António Barreiros. Seria?

ié-ié disse...

sim, era, o Barreiros, mais conhecido como "Dylan". além da Teresa, estava também o Cândido Mota e o Francis, co-fundador dos Xutos.

já te mando um link.

abraço, obrigado!

LPA

ié-ié disse...

madnei por email para a porta da loja.

abraço,

LPA

josé disse...

Obrigado, já descarreguei e vou ouvir.

Agora me lembro que o Barreiros era do vosso curso...mas não sabia que lhe chamavam Dylan.

josé disse...

E lembro-me de o Cândido Mota ter dito no programa que quem trazia os discos de Londres, em primeira mão era o Pedro Albergaria. Também não sabia.

JC disse...

A 50th anniversary edition vale a pena?

ié-ié disse...

"Tudo vale a pena se a alma não é pequena".

LT

ié-ié disse...

também julgava que os discos eram trazidos de londres pelos irmãos Gil. soube também que a Graça Viterbo amiúde os municiava...

LT

josé disse...

Há um tipo do Porto ( Armindo Gomes) que tem um blog -Regresso ao passado- que deve ter gravado programas do Em Órbita ou pelo menos anotou os dizeres na apresentação dos discos porque os transcreveu aqui há uns tempos.

É um blog fabuloso porque tem factos esquecidos e discos perdidos que nunca tinha ouvido e ele põe-nos online.

josé disse...

Não lhe escapou nada dos anos sessenta, parece-me. Coisas que nem sabia estão lá como se fosse um verdadeiro regresso a esse passado do rádio, dos singles e também dos lp´s que apareciam de uma ou de outra forma em Portugal.

josé disse...

Quanto ao assunto do postal: procurei há dias encontrar a data de edição deste e de outros discos dos Beatles em Portugal.

Dizes que este foi editado a primeira vez, suponho que pela Valentim de Carvalho em 1977.

A primeira vez que o ouvi integralmente deverá ter sido aí em 1981 ou 82, numa edição da Valentim de Carvalho, mas não sei qual o ano de edição nem se foi reeditado depois daquela data.

E na Internet, através do Google não se encontra nada. O Discogs nada diz de concreto sobre a edição de discos dos Beatles em Porugal e a ebay idem aspas.

Somos mesmo atrasados...já que nem sequer é possível saber com rigor em que ano começou a ser emitido...O Santo, pela RTP. Não há informação no site da RTP.

ié-ié disse...

Isso! É das coisas com que mais me revolto! A falta de datas! Mesmo nos autógrafos, peço sempre para colocarem a data: dia, mês e ano! No meu arquivo de discos, quando relevante, ponho sempre a data, onde o comprei e até o preço!

Vou já ver esse blogue, obrigado!

LPA

josé disse...

Hoje no Público o suplemento ipsilon tem várias páginas sobre 1967/Beatles, assinadas por Mário Lopes.

Lendo aquilo não há uma única ideia própria ou sequer uma frase digna de registo subjectivo. É uma amálgama de factos copiados e ideias trazidas da Mojo e da Uncut do mês passado.

Impressionante. Como é possível continua a escrever num jornal, assim, sem o esforço de uma ideia própria e o relato de uma circunstância pessoal, sem sequer uma menção às fontes onde se foi beber toda, mas mesmo toda a informação.

O plágio parece-me evidente num caso desses.

JMiguel Neves disse...

Afinal é 26 de Maio ou 1 de Junho de 1967?
http://wogew.blogspot.pt/2017/06/sgt-peppers-release-date.html

ié-ié disse...

safa-se a foto da capa, bem escolhida do meu ponto de vista...

quanto à edição original do LP, a data oficial é 1 de junho, embora alguns exemplares tenham começado a ser vendidos em Londres a 25 de Maio.

mas, para todos os efeitos, a data oficial é 1 de junho!

LT

JT disse...

o Francis não foi co-fundador dos Xutos :)

Do wikipedia

Em dezembro de 1978, Zé Pedro, Kalú, Tim e Zé Leonel, formam os Xutos e Pontapé

Francis esteve na banda entre 1981 e 1983 [substituindo Zé Leonel] e participou apenas na gravação do primeiro álbum da banda, "78/82", e ainda nos 2 singles editados antes do album, "Sémen" e "Toca e Foge"

ié-ié disse...

quase-co-fundador... eheh

a ideia era situá-lo nos primórdios dos xutos.

LT

sfr disse...

Datas da série de tv original The Saint (1962-1969 - Roger Moore) Ele esteve cá em portugal em 1964. "No Magazine "Cinema 64" teve como convidado o ator Roger Moore"

puto disse...

SP conhecia o meu pai.