sexta-feira, 23 de Novembro de 2012

BEATLES, OS MAIS PRECIOSOS...


Com 23 discos, os Beatles preenchem 11,5 % dos 200 discos mais raros listados pela revista da especialidade "Record Collector".

A seguir está David Bowie com 9 discos e depois Rolling Stones (7) e Smiths (6).

São os seguintes os 23 discos ingleses mais rados dos Beatles:

001 - That'll Be The Day/In Spite Of All The Danger - Quarry Men (acetato, 1958) - 200.000 £

002 - That'll Be The Day/In Spite Of All The Danger - Quarry Men (45 RPM e 78 RPM, 1981) - 10.000 £

006 - The Beatles - Beatles (Apple, 1968) - 7.000 £

007 - Please Please Me - Beatles (Parlophone black/gold label, 1963) - 5.000 £

009 - Love Me Do/Ps I Love You - Beatles (demo Parlophone, 1962) - 5.000 £

011 - Please Please Me (Parlophone, 1963) - 4.500 £

019 - Unfinished Music Nº 1: Two Virgins - John Lennon (Apple, 1968) - 3.000 £

020 - You Know My Name (Look Up The Number)/What's The New May Jane? - John Lennon/Plastic Ono Band (acetato Apple, 1969) - 3.000 £

026 - The Beatles - Beatles (Parlophone, 1968) - 3.000 £

027 - Please Please Me - Beatles (Parlophone, 1963) - 2.800 £

031 - Woman Is The Nigger Of The World/Sisters O Sisters - John Lennon (test pressing Apple, 1972) - 2.500 £

038 - Our First Four - Beatles  (press kit com 4 singles Apple, 1968) - 2.500 £

039 - Golden Discs - Beatles (EP Parlophone, 1964) - 2.500 £

041 - Steel - Ringo Starr (interview ROR, 1972) - 2.000 £

047 - Interview - John Lennon (EMI, 1974) - 2.000 £

058 - Yellow Submarine - Beatles (Odeon, 1969) - 2.000 £ (na imagem)

059 - The Beatles - Beatles (Apple, 1968) - 2.000 £

078 - Love Is Strange/I Am Your Singer (Apple, 1972) - 1.500 £

091 - Please Please Me/Ask Me Why (promo Parlophone, 1963) - 1.500 £

118 - Interview - Ringo Starr (Parlophone, 1974) - 1.000 £

160 - Abbey Road - Beatles (export Parlophone, 1969) - 1.000 £

161 - Please Please Me - Beatles (1st and 2nd pressings Parlophone, 1963) - 1.000 £

175 - Songs By George Harrison - George Harrison (Genesis, 1988) - 900 £

6 comentários:

filhote disse...

De todos esses discos, já tive o "Abbey Road" de exportação, à flor do cunho.

Ficou por Londres, em boas mãos, após uma negociata que deixou a famigerada Courtney Love de mãos a abanar...

ié-ié disse...

não entendo como vocês se desfazem de discos...

LT

filhote disse...


Não me desfiz do disco de forma gratuita... troquei-o por outro do mesmo nível... quando não há dinheiro para se ter tudo...

Abel Rosa disse...

às vezes há razões que a própria razão desconhece. Estou com o filhote, há que fazer escolhas, e quando são feitas, são sempre por uma causa superior ou pessoal!

josé disse...

Ainda bem que há quem se desfaça de discos. Assim tenho completado a minha colecção com originais dos USA que nunca pensei vir a arranjar: Leo Kottke, Doc Watson, John Prine, Nity Gritty Dirt Band, Chicago, Bob Dylan, etc.

Os originais dos Chicago são todos obras-primas gráficas cujas edições europeias nem se comparam. Por exemplo o VI e o VII, este com cartão em relevo. E a prensagem não fica atrás.

Bem hajam as almas cansadas de discos antigos.

ié-ié disse...

O José não deixa de ter alguma razão...

LT